PIS: valor, calendário, consulta e saque

Read Time:8 Minute, 24 Second

Se você é funcionário público ou trabalha no setor privado com um contrato assinado, certamente já ouviu falar do PIS/PASEP.

Tanto o PIS como o PASEP são contribuições sociais pagas pelos setores privado e público.

Ambos visam uma melhor distribuição de rendimentos aos trabalhadores com salários mais baixos.

O Número PIS/PASEP é um número exclusivo atribuído aos cidadãos e residentes brasileiros. Esse número é usado para fins fiscais e para receber benefícios do governo.

O número PIS/PASEP é importante porque é usado para rastrear a responsabilidade fiscal de um indivíduo e garantir que os benefícios corretos sejam pagos. Também é usado como forma de identificação.

Se você é cidadão ou residente brasileiro, certifique-se de ter um número PIS/PASEP. Você pode solicitar um na agência postal local ou online.

PIS é o acrónimo de Programa de Integração Social, um programa de integração social para trabalhadores do sector privado.

O objetivo do PIS é financiar o pagamento do seguro de desemprego, bônus e participação nos ganhos das empresas privadas.

A Caixa Econômica Federal é responsável pelo pagamento destes fundos. A sigla PASEP significa Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público.

O objetivo deste programa é o mesmo que o do PIS, mas as agências governamentais e as empresas são responsáveis pelo depósito destes fundos.

O PASEP é gerido pelo Banco do Brasil.

Quem tem direito ao PIS/PASEP

Para ter direito ao benefício salarial PIS/PASEP, o empregado deve preencher as seguintes condições:

1 – Estão registados no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;

2 – Ter trabalhado para uma entidade jurídica durante pelo menos 30 dias no ano de base tido em conta para o cálculo da prestação.

Para o direito ao subsídio, estes 30 dias trabalhados podem ou não ser consecutivos.

3 – Durante o ano de base para o cálculo das prestações, o empregado deve ter recebido um máximo de dois salários mínimos médios.

4 – Os dados do empregado devem ter sido corretamente introduzidos pelo empregador no RAIS (relatório social anual) ou no eSocial.

Já o eSocial é uma plataforma governamental online sobre a qual o empregador deve manter os dados dos empregados.

Quem não tem direito ao PIS/Pasep?

É importante notar que mesmo que o empregado cumpra todos os requisitos acima mencionados, o bônus não pode ser pago por outras razões.

Por exemplo, se não existir um número PIS/PASEP no cartão de emprego digital, o empregado não pode receber o benefício. Nesta situação, o empregado deve pedir à sua empresa que inclua o número.

Por outro lado, as seguintes pessoas não podem ser beneficiários do PIS/PASEP

– trabalhadores domésticos;

– trabalhadores urbanos e rurais empregados por um particular

– trabalhadores empregados por pessoas singulares equivalentes a pessoas coletivas.

Porque foram criados?

Os dois programas foram criados em circunstâncias diferentes e leis diferentes, mas em 1975, a Lei Complementar n.º 26 fundiu os dois programas, criando o fundo PIS/PASEP.

Atualmente, os recursos deste fundo são atribuídos ao FAT (Fundo de Assistência aos Trabalhadores), que por sua vez financia o seguro de desemprego e o bônus salarial.

Além disso, os fundos da FAT também podem ser utilizados para financiar programas do BNDES (Banco Nacional para o Desenvolvimento Económico e Social).

Como consultar o PIS/PASEP

Cada empregado tem um número PIS ou PASEP. No caso do PIS, este número é o mesmo que o NIS (número de identificação social) e o NIT (número de identificação de empregado).

O funcionário também pode encontrar estes números nos seguintes documentos:

Carteira de trabalho;
Um extrato do Fundo de Reserva de Subsídios de Redundância (FGTS);
Cartão de Cidadão e filial CEF, ou seja, RG e CPF (para PIS);
Agência do Banco do Brasil, com RG e CPF (para o PASEP).

No Site do CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais), o número PIS ou PASEP também pode ser obtido.

Neste caso, vai-se passo a passo como se segue:

1 – Ir para o site do CNIS (cnisnet.inss.gov.br);

2 – Clique no ícone “Cidadão”;

3 – No canto superior esquerdo, aparecerá o separador “Registo”. Clicando nele abrirá a opção “Connected”, na qual também deve clicar;

4 – Preencher os dados pessoais solicitados neste campo (nome completo, nome da mãe, data de nascimento e CPF);

5 – Se clicar em “continuar”, uma tira lilás aparecerá com o seu número NIT em vermelho. Este é o seu número PIS ou PASEP.

Guarde o mesmo, esse número é importante, mantenha sempre a vista.

Confira o calendário de pagamento do PIS

O cronograma de pagamento do PIS (Programa de Integração Social) é um programa governamental que fornece uma bolsa mensal para famílias de baixa renda.

O programa é administrado pelo Ministério da Previdência Social do Brasil. Para serem elegíveis para o PIS, as famílias devem ter uma renda familiar combinada que esteja abaixo da linha da pobreza.

O cronograma de pagamento do PIS é o seguinte:

Se você é funcionário público ou trabalha no setor privado com um contrato assinado, certamente já ouviu falar do PIS/PASEP.

Tanto o PIS como o PASEP são contribuições sociais pagas pelos setores privado e público.

Ambos visam uma melhor distribuição de rendimentos aos trabalhadores com salários mais baixos.

O Número PIS/PASEP é um número exclusivo atribuído aos cidadãos e residentes brasileiros. Esse número é usado para fins fiscais e para receber benefícios do governo.

O número PIS/PASEP é importante porque é usado para rastrear a responsabilidade fiscal de um indivíduo e garantir que os benefícios corretos sejam pagos. Também é usado como forma de identificação.

Se você é cidadão ou residente brasileiro, certifique-se de ter um número PIS/PASEP. Você pode solicitar um na agência postal local ou online.

PIS é o acrónimo de Programa de Integração Social, um programa de integração social para trabalhadores do sector privado.

O objetivo do PIS é financiar o pagamento do seguro de desemprego, bônus e participação nos ganhos das empresas privadas.

A Caixa Econômica Federal é responsável pelo pagamento destes fundos. A sigla PASEP significa Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público.

O objetivo deste programa é o mesmo que o do PIS, mas as agências governamentais e as empresas são responsáveis pelo depósito destes fundos.

O PASEP é gerido pelo Banco do Brasil.

Quem tem direito ao PIS/PASEP

Para ter direito ao benefício salarial PIS/PASEP, o empregado deve preencher as seguintes condições:

1 – Estão registados no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;

2 – Ter trabalhado para uma entidade jurídica durante pelo menos 30 dias no ano de base tido em conta para o cálculo da prestação.

Para o direito ao subsídio, estes 30 dias trabalhados podem ou não ser consecutivos.

3 – Durante o ano de base para o cálculo das prestações, o empregado deve ter recebido um máximo de dois salários mínimos médios.

4 – Os dados do empregado devem ter sido corretamente introduzidos pelo empregador no RAIS (relatório social anual) ou no eSocial.

Já o eSocial é uma plataforma governamental online sobre a qual o empregador deve manter os dados dos empregados.

Quem não tem direito ao PIS/Pasep?

É importante notar que mesmo que o empregado cumpra todos os requisitos acima mencionados, o bônus não pode ser pago por outras razões.

Por exemplo, se não existir um número PIS/PASEP no cartão de emprego digital, o empregado não pode receber o benefício. Nesta situação, o empregado deve pedir à sua empresa que inclua o número.

Por outro lado, as seguintes pessoas não podem ser beneficiários do PIS/PASEP

– trabalhadores domésticos;

– trabalhadores urbanos e rurais empregados por um particular

– trabalhadores empregados por pessoas singulares equivalentes a pessoas coletivas.

Porque foram criados?

Os dois programas foram criados em circunstâncias diferentes e leis diferentes, mas em 1975, a Lei Complementar n.º 26 fundiu os dois programas, criando o fundo PIS/PASEP.

Atualmente, os recursos deste fundo são atribuídos ao FAT (Fundo de Assistência aos Trabalhadores), que por sua vez financia o seguro de desemprego e o bônus salarial.

Além disso, os fundos da FAT também podem ser utilizados para financiar programas do BNDES (Banco Nacional para o Desenvolvimento Económico e Social).

Como consultar o PIS/PASEP

Cada empregado tem um número PIS ou PASEP. No caso do PIS, este número é o mesmo que o NIS (número de identificação social) e o NIT (número de identificação de empregado).

O funcionário também pode encontrar estes números nos seguintes documentos:

Carteira de trabalho;
Um extrato do Fundo de Reserva de Subsídios de Redundância (FGTS);
Cartão de Cidadão e filial CEF, ou seja, RG e CPF (para PIS);
Agência do Banco do Brasil, com RG e CPF (para o PASEP).

No Site do CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais), o número PIS ou PASEP também pode ser obtido.

Neste caso, vai-se passo a passo como se segue:

1 – Ir para o site do CNIS (cnisnet.inss.gov.br);

2 – Clique no ícone “Cidadão”;

3 – No canto superior esquerdo, aparecerá o separador “Registo”. Clicando nele abrirá a opção “Connected”, na qual também deve clicar;

4 – Preencher os dados pessoais solicitados neste campo (nome completo, nome da mãe, data de nascimento e CPF);

5 – Se clicar em “continuar”, uma tira lilás aparecerá com o seu número NIT em vermelho. Este é o seu número PIS ou PASEP.

Guarde o mesmo, esse número é importante, mantenha sempre a vista.

Confira o calendário de pagamento do PIS

O cronograma de pagamento do PIS (Programa de Integração Social) é um programa governamental que fornece uma bolsa mensal para famílias de baixa renda.

O programa é administrado pelo Ministério da Previdência Social do Brasil. Para serem elegíveis para o PIS, as famílias devem ter uma renda familiar combinada que esteja abaixo da linha da pobreza.

O cronograma de pagamento do PIS é o seguinte:

  Se você é funcionário público ou trabalha no setor privado com um contrato assinado, certamente já ouviu falar do PIS/PASEP. Tanto o PIS como o PASEP são contribuições sociais pagas pelos setores privado e público. Ambos visam uma melhor distribuição de rendimentos aos trabalhadores com salários mais baixos. O Número PIS/PASEP é um número exclusivo 


Warning: Attempt to read property "roles" on bool in /home/storage/a/42/ca/portaltecdroid1/public_html/wp-content/plugins/booster-extension/inc/frontend/author-box-shortcode.php on line 20

Warning: Trying to access array offset on value of type null in /home/storage/a/42/ca/portaltecdroid1/public_html/wp-content/plugins/booster-extension/inc/frontend/author-box-shortcode.php on line 20

About Post Author

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous post Jovem Aprendiz 2022: Como inscrever-se
Next post Esse será o valor do salário mínimo em 2023
Generated by Feedzy